Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Tempo Esse Grande Escultor

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...

O Tempo Esse Grande Escultor

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...

Viagens na minha Terra

Cristina Ribeiro, 04.08.15

image.jpg

image.jpg

image.jpg

image.jpg

" A 3 kms, pela estrada de Moimenta, a vetusta igreja sueva de S. Pedro, à beira do Balsemão, é visita imprescindível ". Como não aproveitar a primeira oportunidade para seguir a sempre bem-vinda sugestão de viagem pelas nossas sempre apelativas terras? Logo no sábado a seguir, " ala, que se faz tarde! ". E todo o pretexto é bom para voltar a Lamego, ainda mais quando o dia amanhece assim, tão luminoso...; com efeito, a manhã, por essas bandas convidava a um passeio sem pressas pelas ruas e jardins da cidade... E a pouco usual calmaria no recinto do santuário da Senhora dos Remédios... Quase hora do almoço, mas antes procurar a capela de S. Pedro... Os referidos 3 kms e ela aí estava, numa das margens do rio Balsemão, antes de este desaguar no Varosa... Mas, não fora uma placa informativa, passaria a capela desapercebida, integrada que foi em setecentista solar, pertença dos viscondes de Balsemão. Entrámos e logo vimos que à nossa frente tínhamos uma jóia rara... A presença romana na região é assinalada pelas muitas epígrafes escavadas nas pedras que formam as paredes e as aras dos altares. No centro, um sarcófago, ricamente decorado - do século XIV, diz-nos a guia, pertence ao Bispo do Porto D. Afonso Pires, sepultado numa das lápides do chão. Ladeiam-no vários arcos assentes em colunas com capitéis coríntios. De época posterior é o barroco altar-mor dedicado a S. Pedro. Também o tecto, em caixotões de madeira, ricamente decorados, é de épocas diversas. Horas de prosseguir viagem. Lá fora, entretanto o tempo aquecera, desaconselhando as visitas que programáramos. " Havemos de voltar ", pensámos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.