Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Tempo Esse Grande Escultor

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...

O Tempo Esse Grande Escultor

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...

" Era do avô "

Cristina Ribeiro, 26.01.10

- E este cachimbo, avó? Tem sempre uma história para contar...

- Sentem-se todos que já vos conto. Lembram-se daquele leque. que o avô me deu em Paris? Quando fizemos dez anos de casados, já com três filhos, fomos todos passar uns dias ao mesmo hotel, e foi a minha vez de o surpreender. Pedi à tia Marianinha, então com nove anos, para dizer ao avô que eu fora ao cabeleireiro, e entrei no mesmo antiquário. Logo encontrei o que tinha em mente.

O avô sempre fumara cigarros, mas uma vez, pouco depois do nosso casamento, disse-me que gostaria de experimentar um dia o cachimbo; e ali estava, à minha frente, esse que agora tens na mão, Luís. No caminho comprei tabaco, e nunca mais o avô voltou aos cigarros...

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Cristina Ribeiro 27.01.2010

    Ficcionadas, Catarina :))) *
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.