Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

 

 

Não seria ainda de Outono, mas ele rondava já. O destino era Aljubarrota, mas a manhã queríamos nós passá-la na calma silenciosa do Mosteiro de Alcobaça. Devagar, percorremos o rendilhado claustro, no gozo de uma atmosfera mística. Perdidas entre os buxos do jardim, estacámos; começáramos a ouvir uma voz masculina, profunda, que libertava notas de Canto Gregoriano. Olhámos em redor, mas não vimos ninguém. E por lá ficámos até que deixámos de a ouvir. Depois disso já lá voltei, mas aquela vez foi única no seu encanto.


tags:

publicado por Cristina Ribeiro às 00:15
O encanto da descoberta raramente se repete, a maturidade é uma dança lenta...
manuel gouveia a 24 de Novembro de 2009 às 10:01

.. arrepiante de encantamento Cristina! Que sorte :))

Beijo
CPrice a 24 de Novembro de 2009 às 10:32

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
13
14

15
18
20
21

22
25
27



links
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO