Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

 

 o Carlos Barbosa Oliveira interroga-se como é possível o Norte, com tanta beleza, deixar-se cair num marasmo, que também eu considero criminoso: o homem não só não a evidencia, como até a amesquinha,levando-nos a pensar que a prodigalidade da natureza equivale a um dar pérolas a porcos. Viajar pelo Douro, nomeadamente fazer os percursos possíveis de comboio, como a Linha do Tua, é um presente dos deuses, que nem sempre valorizamos. Lembro-me de me ter dito, quando visitava os Fiordes da Noruega, que o nosso Douro em nada lhes era inferior, tendo, até, a vantagem de gozar de um clima muito mais apetecível, como dizia Garrett.

 

Agosto 2008



publicado por Cristina Ribeiro às 12:17
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...
mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

15


31


links
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO