Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Tempo Esse Grande Escultor

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...

O Tempo Esse Grande Escultor

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...

No cimo das escadas de marmorite, azulado,

Cristina Ribeiro, 25.05.10

 

 

(Colheita- Ceifeiras   Silva Porto )

 

um quadro. Sempre me fascinara aquele quadro, pelas cores, que mais tarde associei ao Alentejo, em tempo de colheita do centeio, mas também pelo que nele via: um carro de bois, cheio daquele cereal, certamente acabado de ser ceifado pelo homem que puxava o carro, e pela mulher que ia sentada no alto do mesmo. Fascinavam-me as cores dos fatos do casal, coloridos.

Tudo isto se passava debaixo de um céu onde o sol começava a pôr-se, o que tornava tudo ainda mais dourado. Nunca tratei de saber quem fora o pintor - era ainda demasiado pequena para fazer tais perguntas, mas quando mais tarde, muito mais tarde, conheci a pintura de Silva Porto, convenci-me de que se se não tinha sidoo ele o autor, fora alguém que nele se inspirara. Com êxito, pensei.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.