Segunda-feira, 26 de Outubro de 2009

 

 vencedor de vários prémios Gramophone, e descrito pelo New York Times como " o mais completo pianista da nova geração " só podia mesmo ser " música para os ouvidos ", mormente quando fez soar no instrumento as notas escritas por Beethoven para a Sonata op.27, «Quasi una Fantasia ». Mas esta minha primeira incursão pela Casa da Música não teve para os olhos a mesma impressão divina: antes me fez suspirar pelo velhinho Coliseu. Confortável e com boa acústica, senti-lhe,no entanto, a falta do ambiente visualmente acolhedor.

 

Dezembro de 2008



publicado por Cristina Ribeiro às 20:12
Domingo, 25 de Outubro de 2009

a pergunta de Pedro Félix: " Sobre o Holocausto nazi são incontáveis os filmes e as séries produzidas para lá dos rios de tinta em livros e publicações diversas. Fora o que ainda está por fazer. Sobre as atrocidades do comunismo muito raros formam os filmes que vi no circuito comercial. Será por as fardas soviéticas serem mais feias ? " Realmente; o crime é igual, diferença de " quantos " para cada lado ( acho que o comunismo ganha, pois que os seus malefícios foram - e continuam a ser - muito mais duradouros )...

 

João Amorim avança uma explicação: "É o complexo do pêndulo. Acham que por salientar muito mais um lado vão esmorecer o outro ".



publicado por Cristina Ribeiro às 23:19

Extremistas também. Sim, porque se há quem negue, ou " desconheça " a existência dos Gulags, há os que negam a existência do Holocausto. Realidades, e portanto coisas " que não são matérias de discussão "; os números, só, talvez.



publicado por Cristina Ribeiro às 23:14
Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...
mais sobre mim
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

16
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28

29
31


links
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO