Quinta-feira, 19 de Junho de 2014
 

" À entrada da aldeia transpõe-se a pequena ribeira da Ponte Pequena ( ... ). Tourém , terra de gente dotada de virtudes genuinamente trasmontanas [ aquando ] da eliminaçãodo « couto misto » e da consequente da linha de fronteira, optou pela nacionalidade de aquém-Gerês e aquém Larouco, muito embora estivesse, como está, ao Norte da linha da cumiada do Larouco e do Gerês, a cavaleiro do rio Salas, castiçamente galego.

Por uma espécie de referendum o povo de Tourém quis continuar a ser português "

Sant'Anna Dionísio

 

Daqui resultou o actual desenho cartográfico, em que essa aldeia agro-pastoril, por então foreira do Duque de Bragança, donde que o seu nome tenha sido aí perpetuado em nome de rua, surge como um dedo a entrar em território de Espanha.
 
     Hoje, diversamente do que sucedia no século XIX, as relações entre ela e a vizinha aldeia galega de Randim caracterizam-se pela boa vizinhança.


publicado por Cristina Ribeiro às 11:28
Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...
mais sobre mim
Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


links
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO