Domingo, 14 de Fevereiro de 2010

 

leio, algures na blogosfera. Também não me admiro .Às razões aí aduzidas, acrescento a de um flagrante vazio que vai grassando, num crescendo imparável, por via da falta de valores, por demais evidente. Há dias dizia-me uma amiga que uma amiga comum conseguira ultrapassar uma fase menos boa porque tinha " amarras " onde segurar-se, que lhe vinham de um passado rico deles, de que se socorreu na hora de escuridão; e se eles faltam?


tags:

publicado por Cristina Ribeiro às 20:44
Já há muito tempo que muitos perderam a esperança de um dia de Sol. Hoje, numa sociedade fria, demasiado competitiva e com uma clara perda de valores, muitos limitam-se a sobreviver sem tempo para ver o mundo que os rodeia.

Infelizmente, esta visão pessimista é contagiosa e tende a passar de pais para filhos. Estamos a criar uma geração sem direcção definida, onde o que interessa é o material, o plástico. Esquecemos de olhar para os nossos filhos e passamos a dar-lhes algo para eles se entreterem.

Somos cada vez mais pessimistas e ausentes, mas somos "generosos" ao passar os nossos problemas para os outros.

Realmente a esperança anda pelas ruas da amargura.
Daniel João Santos a 14 de Fevereiro de 2010 às 21:17

Sem tais valores, Daniel, tudo se torna vazio.
Cristina Ribeiro a 14 de Fevereiro de 2010 às 21:39

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...
mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20

22
23
25
26

28


links
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO