Terça-feira, 26 de Novembro de 2013

 que sem alma não há corpo. Portugal não caminhará para a frente sem se apoderar primeiro do seu espírito. Distante dele, seria um corpo adormecido e parado.

Implantemos a alma portuguesa na terra portuguesa para que Portugal exista como Pátria, porque uma Pátria é de natureza puramente espiritual, e as únicas forças invencíveis são as do Espírito.

Um agregado de homens, por maior que seja, por mais que trabalhe materialmente, se não existir uma alma em actividade que seja própria a esses homens, e os una n'uma comum e superior aspiração, esse agregado de homens poderá ser apenas isso - um agregado -, mas jamais uma Pátria!


Teixeira Pascoaes, Revista « A Águia »


publicado por Cristina Ribeiro às 21:21
Cara Cristina,
Que bela surpresa a descoberta do seu blog!
Certeira a afirmação de Teixeira de Pascoaes.
Infelizmente penso que a alma portuguesa foi ferida de morte a 25-4-74.
Agora, só mesmo se Nosso Senhor conceder-nos uma prorrogação…
Abraço amigo.
Marcos Pinho de Escobar a 26 de Novembro de 2013 às 23:29

Obrigada, Marcos.
Também o penso, e nada a surgir para calar este pessimismo.

Abraço
Cristina Ribeiro a 27 de Novembro de 2013 às 18:50

Um arquivo dos postais que vou deixando no Estado Sentido, mas também um sítio onde escrever outras coisas minhas..Sem Sitemeter, porque pretende ser apenas um Diário, um registo de pequenas memórias...
mais sobre mim
Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
28
30


links
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

blogs SAPO